facebook
Mercado

Design faz com que Brasília seja reconhecida pela Unesco como cidade criativa

Capital do país recebeu o título no início da semana (Foto: Reprodução).

Em meio a títulos negativos no cenário político nacional, a capital Brasília recebeu nesta segunda-feira (31) o título de cidade criativa no design. As inscrições foram anunciadas em fevereiro deste ano pela Unesco e destacaram 64 cidades de 44 países.

Atualmente a rede conta com 180 cidades de 72 países, e, com o título, faz com que a capital brasileira passe a integrar a Rede de Cidades Criativas, que atualmente conta com 180 cidades de 72 países.

Na disputa deste pelo reconhecimento, sete áreas temáticas foram definidas: artesanato e artes folclóricas, design, filme, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música, e foi por meio do design que Brasília foi reconhecida, junto com mais oito cidades, entre elas Cidade do Cabo (África do Sul), Cidade do México (México), Dubai (Emirados Árabes Unidos) e Istambul (Turquia) levaram a honraria.

A candidatura

Lançada no dia 06 de junho deste ano pelo governador Rodrigo Rollemberg, o reconhecimento deve enfatizar o poder da economia criativa, além de aquecer o mercado e turismo da região.

Foto: Lula Lopes/Setul-DF. Jaime Recena, Maria Virgínia Casado (representante da Unesco), Márcia e o governador Rodrigo Rollemberg.

“Esse título é importante e vai permitir que Brasília participe de uma rede internacional de trocas de políticas públicas nessa área”, disse o secretário de Turismo do Distrito Federal, Jaime Recena, ao Correio Braziliense.

Neste ano, a escolha englobou 64 cidades escolhidas de 44 países pelo mundo.

2017 e o design em Brasília

O título vem em meio a um ano em que o design esteve em alta na cidade. Em junho, por exemplo, ocorreu a 12ª edição da Bienal do Design Gráfico.

O que acontece na 12ª Bienal de Design Gráfico, em Brasília

Além disso, 2017 é o ano em que a cidade celebra celebra três décadas como patrimônio cultural da humanidade.

Outras cidades também foram contempladas na rede: Paraty (RJ) e João Pessoa (PB). Elas conquistaram o título nas categorias gastronomia e artesanato, respectivamente.

A Rede de Cidades Criativas

(Foto: Reprodução).

A iniciativa foi criada pela Unesco em 2004 e tem como objetivo a evolução da cooperação internacional entre aquelas que enxergam a criatividade como fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável, a inclusão social, além do aumento da influência da cultura no mundo.

A cada dois anos são abertas novas candidaturas. Para este ano, elas ocorreram em fevereiro. Em 2015 a cidade havia entrado para o pleito na área da música, mas devido ao pouco tempo para desenvolver um projeto, a candidatura não foi aceita.

Design faz com que Brasília seja reconhecida pela Unesco como cidade criativa

 

INÍCIO