Notícias

Designer propõe correção do logotipo do Google

Redesign com a proposta de correção (Foto: Reprodução).

Não é nada comum encontrar os grids e a Proporção Áurea (Fibonacci) sendo utilizados em trabalhos pela internet para que se tenha um resultado coerente e visualmente proporcional. Pensando nessas aplicações técnicas, o designer americano Hossein Yektapour criou uma nova versão ao redesign do Google, apresentado em 2015.

A justificativa da proposta é uma suposta incompatibilidade entre o formato do logo e a proporção em que as quatro cores (vermelho, amarelo, verde e azul) da marca estão aplicadas.

Confira os detalhes da proposta:

Com base nesses argumentos, ele fez a revisão do projeto, proporcionalmente às formas de grids, criando quatro espaços proporcionais preenchidos pelas cores já conhecidas da do buscador.

Confira o resultado:

Vale lembrar que, apesar do projeto de correção, nem sempre projetos de criação de logos seguem os grids, muitas vezes ocorre de forma proposital, como é o caso do logo do Google. Um dos motivos é um ajuste ótico.

Para efeito de comparação, confira os grids do projeto original do Google:

O projeto completo você confere no portfólio oficial do designer.

 

INÍCIO