facebook
Artigos

Quanto custa criar uma marca?

Essa é a pergunta que todo mundo faz e que ninguém sabe ao certo como responder.

É complexo dizer o quanto custa construir uma marca. Isso porque depende de fatores como: hora de trabalho, dificuldade, horas de reunião (também precisa ser contabilizado, pois todo trabalho inicia de uma pesquisa), busca por referências, cursos extras, e assim por diante.
Mas quando me perguntam o quanto custa construir uma marca, simplesmente respondo com outra pergunta: Quanto custa sua empresa?

GIPHY Originals money rain boss cash

Saber o quão importante é sua presença pessoal é essencial. O que elas acham de você? Pense que sua vida é uma empresa e que todas as sua relações de amizade, namoro e afins foram relações de trabalho. O que as pessoas diriam de você e o que seu nome vale para elas? Sim, criar uma marca é isso.

Pensar na personalidade, nas suas ligações pessoais internas e externas, em como será sua fala, e o principal: qual será sua aparência.

São diversos os estudos, entre eles: Psicologia das Cores, Formas, Gestalt, Projeção Áurea. Tudo isso tem que ser pensado, como uma receita médica para que se chegue a uma solução.

psychology

Agora, falando tudo isso, pode parecer que se deve valer milhões a construção de uma marca (algumas valem), não é mesmo? Esse valor, na verdade, sofre uma variável, baseada principalmente no raio em que aquele mercado pode atingir.

Temos a padaria do Seu João, aquele português gente boa que está querendo dar uma cara nova para seu negócio, querendo agradar melhor seus clientes com uma sacola personalizada, sinalização e um totem de sua marca na entrada. Neste exemplo, podemos encontrar um raio menor e menos culturas a serem estudadas para a elaboração da marca.

Do outro lado temos o William, dono de uma grande fábrica de tintas e planeja expandir em dois anos suas vendas para o mercado internacional, podendo sair do faturamento de milhões anuais para bilhões em um ano. É possível perceber que neste negócio o raio é bem maior, envolvendo mais culturas, consequências, relações e aplicações a serem estudadas.

Você precisa mensurar que o estudo de uma marca deve ser também agregada ao valor do produto. Você consegue mensurar o valor da marca Coca-cola hoje? Acredito que não, porque eu também não consigo. Mas pensando no mercado que ela atua hoje, e sendo construída agora, ela deve valer uns bons milhões.

correios1

(Foto: Reprodução).

Um exemplo nacional é a marca dos Correios. Lembro de toda polêmica que envolveu, desde a parte técnica até o valor pela qual foi construída. Muita gente se perguntou se valeria aquele montante. Se avaliarmos somente pelo tamanho da empresa, o raio que ela atinge e por ser a única em ser mercado, eu diria que vale sim.

Pessoalmente falando, o único erro que vi na ação foi reconstruir uma marca e toda sua identidade sem remodelar seu plano de negócio, ou a postura com o consumidor. Houve um investimento onde não refletiu em ganhos morais ou financeiros para empresa.

Pensar em construir sua marca (que chamamos de Branding) não é algo fácil. É um estudo delicado e importante, que deve ser pensado em todos os detalhes. Marca não é somente o desenho dela, mas sim a forma com que ela conversa com seu consumidor. E esse valor não é algo simples de ser tangido, porque envolve a essência da empresa.

Agora vai a dica que você estava esperando e acabou lendo o texto todo por isso:
Defina o quanto vale sua hora de trabalho e multiplique pelo tempo que você irá levar para produzir todo material. Aí estará o valor do projeto.

* A opinião do autor não reflete necessariamente o posicionamento do Design Conceitual.

Mais lidas

 

100porcentodesign culturedrawgkpgkpuncod
INÍCIO