facebook
Geral

Minha fonte, meu estilo

Minha fonte, meu estilo

A tipografia é uma arte que poucos designers dominam. Não estou falando de combinar fontes de estilos diferentes ou inserir glifos e arabesco na composição final, mas de construir sua própria tipografia.

Construir uma fonte precisa e funcional exige bastante esforço e principalmente conhecimento. Para se ter ideia um bom tipógrafo (profissional especializado na criação de fontes) gasta em média dois anos se especializando para dominar o assunto. Isso porque, uma fonte com uma família tipográfica completa, ou seja, estilos e pesos diferentes exige uma série de cálculos e adaptações.

Como por exemplo, algumas letras que tem a mesma forma como o “G”, “O”,”Q” devem ter a mesma espessura.

Alegreya02

Alegreya – Fonte para texto e título

Alegreya03

Intro Regular – Fonte para título

O objetivo da fonte norteia sua criação. Uma fonte própria para título e totalmente diferente de uma para texto. Alegreya é uma tipografia extremamente conhecida e utilizada para textos longos como livros e artigos, pois suas serifas largas facilitam a identificação das palavras.

AlegreyaA

Para os entusiastas que gostariam de começar a desenvolver ou embarcar na área duas dicas são essenciais:

– Comece com uma fonte modular: Entender as formas básicas de uma tipografia e as diferenças entre os pesos (Regular, light, bold e outros) é a parte mais complexa do processo.

Começando por uma fonte modular, você aprenderá a ter domínio e constância do traço e estruturas básicas.

– Defina o objetivo e o estilo: Escolha a aplicação da sua fonte, será cartaz, panfleto, livro, artigo, letreiro. A aplicação auxilia na definição da próxima etapa, o estilo. Será uma fonte serifada, sem serifa, handmade, geométrica, isso é importante porque norteia o método de construção.

– Faça esboços: Pegue várias folhas de papel quadriculado ou milimetrado e comece a rabisca. Defina a largura do traço, o tamanho das curvas e serifas, e só depois refine no computador.-

– Escolha um software: Depois do projeto pronto, o passo seguinte é finalizar e refinar no computador. Indico o Fontstruct para quem está iniciando.

Comece construindo a palavra HamburguersFonts, isso porque ela contem os caracteres base para nortear o restante da criação. Tenha atenção nos detalhes, se os vértices de uma letra como o  “A” for curvos, todas os outros deverão ser, essa constância que permite uma harmonia e consistência.

DREAM

Durante a graduação em design gráfico, criei a fonte Dream, um projeto modular inspirado na fontes clássicas em 8bits, que deveria ser utilizada para título e frases de destaque em cartazes, panfletos e outdoor.

DREAM02

Aplicando todas essas dicas e finalizando no FontStruct por exemplo, ao final você poderá fazer o download do arquivo .ttf para instalar  e usar.

Boa criação!

 

INÍCIO