facebook
Design

O processo de criação do logotipo de “Stranger Things”

Na última semana, a série da Netflix “Stranger Things” estreou sua segunda temporada. Não demorou muito para que os novos episódios ganhassem repercussão. Entretanto, você já parou para pensar ou pesquisar como foi o processo de criação do logo da atração?

Fomos atrás do projeto.

Desenvolvido pela agência Contend e liderada pelo diretor de arte Jacob Boghosian, os famosos livros do autor americano Stephen King serviram como referência para a criação.

“Começamos com referência a muitas das capas de livros de Stephen King junto com cartazes de filmes dos anos 80”.

Capas dos livros de Stephen King, que geralmente possuem gênero de contos de horror fantástico e ficção (Foto: Divulgação).

Em seu portfólio oficial, Jacob conta que foram mais de 20 opções criadas, mas foi o logotipo com a fonte ITC Benguiat, que destacou-se como o favorito de longe.

Entretanto, foi a fonte utilizada nas obras de Stephen que foi definida, com o pequeno detalhe da adição de modificações.

“Modificamos a fonte ajustando os contornos do tipo de letra para dar-lhe um bloqueio único e harmonizado”, conta.

A mudança, basicamente, serviu para melhorar a legibilidade e aplicabilidade para o consumidor final, já que a original apresentava um certo achatamento.

Outro ponto importante que marcou na finalização da marca oficial foi os detalhes entre as letras, que ganharam junções e separações, dependendo do caso. Confira os detalhes:

O projeto foi publicado no Behance há mais de um ano, em julho de 2016, e conta com quase 45 mil visualizações. A série está disponível na Netflix.

 

INÍCIO