facebook
Entrevistas

Brasileiro une jogo e design e cria board game baseado em Mario Kart

O resultado final do projeto (Foto: Reprodução).

Olá, galera, tudo bem?

Confesso que o artigo de hoje é sobre minhas paixões, Mario Kart e design. Sim, e qual é o gamer, geek (ou louco) que não goste de Mario (sem trocadilhos), não é mesmo?

Como já puderam conferir no título, um brasileiro teve a brilhante ideia de juntar três coisas totalmente incríveis em nosso meio: Mario Kart, jogo de tabuleiro (board game) e design. O responsável por este belíssimo trabalho é o mineiro Pedro Henrique Espíndola, ou simplesmente Peique, como prefere ser chamado.

Peique é formado e pós-graduado em Game Design e nos conta em detalhes como misturou a paixão pelo jogo, a profissão e sozinho deu origem a este incrível trabalho que é design puro em vários níveis.

Acompanhe abaixo a entrevista.

Nos conte um pouco sobre sua formação e ligação com o game e o design
Desde a infância sempre fui muito fã de games, especialmente da Nintendo. Gostava muito de videogames, mas não tinha muita ligação com jogos de tabuleiro. Quando cresci, escolhi minha formação e me graduei em Game Design e também fiz pós-graduação na mesma área. No entanto, percebi que a criação de um jogo virtual precisa de muitas áreas trabalhando em conjunto e era difícil conseguir uma equipe comprometida já que os contatos da faculdade acabaram se perdendo e, produzir jogos sozinho era muito difícil para mim porque eu pecava na parte de programação.

Mas meu desejo de criar jogos continuava e por isso eu resolvi me focar em jogos de tabuleiro que utilizava muito mais partes gráficas e de design que eram áreas que eu gostava e poderia dar conta sozinho. E foi assim então que comecei a projetar meu primeiro jogo de tabuleiro mais sério, o Mario Kart Board Game.

E como você deu início a criação do game, inspirações?
A ideia real surgiu na pós-graduação durante uma das matérias que estudamos jogos de tabuleiro. Propus para alguns amigos a criação de um jogo com uma jogabilidade inspirada em Mario Kart e foi assim que comecei a criar a ideia inicial, em parceria com eles, porém o jogo para faculdade não pôde ser testado e não era temático de Mario Kart. Só anos depois após terminar a pós-graduação, dei continuidade ao projeto, alterando visualmente e fazendo muitos testes de usuário.

Apesar de não jogar muitos jogos de tabuleiro na época, o coração de fã falava mais alto e após muitas pesquisas em cima do próprio jogo, Mario Kart, procurei deixar o mais fiel possível. O resultado final acabou ficando bem diferente do que era na faculdade e estou bem orgulhoso do que ele se tornou.

E o design do jogo em geral, digo cartas, tabuleiro, peças/personagens, como foi a criação?
Com exceção da arte dos personagens e dos itens que são próprios da Nintendo, criei o restante com referência no jogo original utilizando o Illustrator e finalizando com o Photoshop. As peças do jogo eu mesmo que produzi e modelei tudo utilizando biscuit para carrinhos e marcadores e, papel pluma adesivado para o tabuleiro.

Como os fãs e admiradores do trabalho podem adquirir um exemplar do Mario Kart Board Game?
A ideia inicial era apenas para jogar com os amigos, no entanto, conforme ia mostrando e testando, as pessoas vinham pedindo para ter o jogo, comprá-lo e tudo mais. Porém por se tratarem de personagens registrados e de direitos da Nintendo, jamais poderia vendê-lo. Mas para não frustrar o sonho de infância dos outros resolvi disponibilizar os arquivos do jogo gratuitamente para quem quisesse baixar e imprimir em casa, inclusive tenho um canal no Youtube onde falo sobre regras, como jogar e etc, dentre outros assuntos como futuros projetos, por exemplo. Lá posso ter um contato mais dinâmico, ajudando quem quiser ter este jogo e outros que eu vier a produzir.

Há novos projetos em mente ou em desenvolvimento?
No momento estou fazendo testes de usuário de um jogo baseado na franquia Animal Crossing, também da Nintendo. Mas estou com outros jogos na fila também para serem produzidos.

Este como muitos outros são exemplos de que o design se expande de forma incomensurável. Neste projeto do Peique pudemos ver que foram utilizadas não só a técnica nos softwares como também ele pôs a mão na massa e modelou as peças/marcadores para o jogo mostrando que o design tem de ter esta maleabilidade na criação de projetos particulares e também profissionais.

Confira no vídeo abaixo o resultado deste projeto:

Não deixe de prestigiar e dar uma força no trabalho do Peique, clique abaixo e o siga em suas redes sociais:
Canal no YouTube Coisa de Peique
Facebook  |  Twitter | Instagram

Veja mais entrevistas como esta aqui.
Aproveite reaja e responda aqui em baixo: O que você achou mais incrível neste projeto?

Grande abraço, fui-me! 😉

 

INÍCIO