facebook
Mercado

O currículo ideal e criativo

Nem só de portfólio vive um designer. Antes do entrevistador ver seu portfólio, ele tem contato com seu currículo, com um resumo geral de suas habilidades, experiências, informações e muitos outros tópicos que podem ser incluídos.

Diferente de outras profissões, o currículo de um designer está liberado dos padrões de formatações pré-estabelecidos. Na verdade, o entrevistador está esperando por uma experiência diferente e visualmente agradável.

Construir o currículo é um trabalho difícil, isso porque, estamos falando de uma linha tênue entre a quantidade de informações ideais e o excesso. Muitos designers tem a ilusão de que é realmente mais importante e inserem várias experiências profissionais, todos os prêmios que já ganharam, todas as redes sociais que está presente e mais uma tonelada de informações que preenchem páginas e páginas, quando não estão todas espremidas em uma única.

Na construção de um currículo ideal devem ser levados em conta dois critérios: Menos é mais e apresentação profissional.

Menos é mais

Beleza, alguns designers são os deuses supremos da criação, com anos e mais anos de experiências, prêmios internacionais e tudo mais, entretanto, no seu currículo você não deve colocar todas as empresas que já trabalhou (se forem muitas), foque nas mais importantes, naquelas que o trabalho desenvolvido influenciou fortemente sua carreira. Lembre-se que o entrevistador não terá tempo de ligar para todas as suas referências ou mesmo, ter interesse de um resumo detalhado das “milhares” de empresas que trabalhou.

Não espere que as pessoas tenham um conhecimento prévio sobre você. Muitos designers levam a ideia de menos muito ao pé da letra e não inserem quase nenhuma informação. Faça um BREVE resumo das suas qualificações profissionais e dos seus conhecimentos, mas não exagere e nem invente, prenda-se ao essencial, aos diferenciais que acredita ter desenvolvido ao longo dos anos, por exemplo, se você trabalha ou tem experiência em construção de fontes é um grande diferencial que merece ser destacado.

A ideia de menos é mais vale para todos os possíveis tópicos abordados, como formação acadêmica. Um erro frequente é inserir cursos aleatórios só para ocupar mais espaço, já vi currículos de designer com curso de eletricidade, porque seria importante para o entrevistador saber que você, um profissional que está concorrendo para diretor de arte tem um curso técnico de eletricidade?

Apresentação profissional

Ter um currículo em PDF (por favor, sempre em PDF) e criativo é essencial. Ele é o primeiro contato da empresa com você, através do mesmo eles já poderão ter noção do seu senso estético e das soluções gráficas que costuma utilizar.

O céu não é o limite quando o assunto é criatividade em currículos, muitos designers investem nas ideias mais inovadoras como currículos comestíveis, impressão em papel especial e muitos outros.

Ano passado um currículo ganhou projeção nacional e posteriormente internacional, o Designer Gustavo Chofra inovou ao transformar seu currículo em um catálogo da Netflix, com direto a todos os cartazes levarem seu rosto no lugar dos personagens principais.

Abaixo alguns currículos criativos para você se inspirar:

Georgina Bousia

 

13-creative-cv-resumes

Chen Zhi Liang

1-creative-cv-resumes

João Andrade

1491908134859.560b7d3ca4eb5

Ashley Spencer

48fbc029190960.56054ed3619d9

NOVEMBER HOMEST

aade7438492717.56068f2508df4

Justine Fernandez

4d80508009027.560b5aa85fde9

Leonardo Perez

5807f77546751.560f7e50b8f6f

Thiago Del Ponte

a-moda-dos-curriculos-criativos-37-1173

Como bônus deixo o currículo do Robby, como ele mesmo descreve, é um currículo interativo.

O-incrível-currículo-de-Robby-Leonardi

 

Mais lidas

 

100porcentodesign culturedrawgkpgkpuncod
INÍCIO