facebook
Design

O design como transformador social

O designer e a professora orientadora do projeto Juliana Floriano (Foto: Reprodução).

Foi a partir de uma convicção pessoal que o designer Leonardo Colin fez do seu trabalho de conclusão de curso em design um projeto que se tornou real. Graduado pela Universidade da Região de Joinville, em Santa Catarina, ele criou uma linha de lençóis com estampas inspiradas em desenhos de crianças do Hospital Infantil da cidade.

A ideia do projeto surgiu quando o designer trabalhava em uma empresa do ramo têxtil. Visto que seus projetos feitos na empresa eram mais destinados às empresas, ele teve a ideia de criar algo mais voltado ao ser humano.

“Moldei o meu projeto pensando em um público de minoria que fosse beneficiado”, conta.

Ele, que afirma ser espírita, diz também que até então não havia encontrado um meio de fazer algum projeto social por meio do design. Foi aí que surgiu a oportunidade no trabalho de conclusão de curso.

“Então veio a ideia de trabalhar com as crianças diagnosticadas com câncer, entendo que essa é uma das fases mais delicadas da vida dessas crianças”, afirma.

Designer-transformador-social

Imagem do projeto aplicado e ao lado entregados lençóis com Leonardo (centro) e representantes do hospital (Foto: Reprodução).

Metodologia

17410247_1233407983394181_152148740_n

Modelos das estampas do projeto (Foto: Reprodução).

A metodologia utilizada no projeto foi dividida nas seguintes etapas:

  • fundamentação teórica (compreender);
  • pesquisas de campo (crianças hospitalizadas, pais ou responsáveis e equipe hospitalar);
  • registro do ambiente por meio fotográfico;
  • painéis visuais;
  • mapa mental;
  • análise de similares;
  • lista de requisitos;
  • conceituação;
  • geração de alternativas;
  • lista de escolha das alternativas e alternativas finais.

“Ufa”, diz o designer.

A partir dessas etapas, a linha de pesquisa do projeto foi centralizada nas vertentes do design de superfície, design de estamparia têxtil, linguagem visual, design social e design participativo.

Resultados
Depois de idealizado, o projeto tinha um desafio: sair do papel. Leonardo conta que isso aconteceu com o auxílio da empresa têxtil Döhler. Com a ajuda, mais de 140 peças foram doadas ao hospital infantil de Joinville.

17393063_1233408066727506_1003273219_n

Material com a aplicação das estampas na apresentação de conclusão de curso (Foto: Leonardo Colin/Arquivo Pessoal).

Leonardo destaca também a participação da professora Leticia Ribas, que coordena a parte pedagógica do curso de design da Univille.

O trabalho de Leonardo também repercutiu na imprensa local da cidade. O jornal A Notícia, inseriu o projeto do designer na capa da edição do último dia 17.

Capa do jornal A Notícia em Joinville/SC (Foto: Reprodução).

Capa do jornal A Notícia em Joinville/SC (Foto: Reprodução).

Próximos passos

“O projeto não vai parar”. Agora, seguindo para o mestrado, ele continuará com o tema na dissertação e o projeto com uma proporção maior.

“Quero estender ele as demais áreas do hospital infantil de Joinville e criar uma plataforma de venda desses produtos para que parte dos lucros possa ser revertido a estas crianças que tanto necessitam”.

Como ajudar
Leonardo conta que, para esta nova etapa, empresas têxteis podem auxiliar na fabricação das peças. Além disso, ele procura ajuda de designers engajados para batalhar prol a causa social. Assim como, uma ajuda financeira para colocarmos online nossa plataforma de venda dos produtos.

Para entrar em contato com o designer, o e-mail é: leonardo-colin@hotmail.com.

Tem sugestões de pautas ao Design Conceitual? Envie um e-mail para contato@designconceitual.com.br

O design como transformador social

 

INÍCIO