Colunas

Pensando com imagens

14713698_10210890025546009_4841682708142911119_n

Vai falar sobre tempo? Coloca aquela imagem da ampulheta.

Sobre dinheiro? Que tal o porquinho com o cifrão?

Sobre deias ou criatividade? Bota a lâmpada!

E assim, de mesmice em mesmice e de Stock em Stock o mundo vai se repetindo e ficando meio sem graça.

Um dos atributos do designer gráfico é transmitir mensagens. E na maioria das vezes essa mensagem pega carona numa imagem.

Seja por preguiça, por falta de tempo ou (na maioria das vezes) por falta de verba, recorremos às fórmulas prontas e saturadas dos bancos de imagem e, pior, das imagens do Google.

Se não vencermos essa inércia, ficaremos condenados ao ciclo vicioso (e tedioso) para sempre.

Nem todo designer é ilustrador mas presumo que todos sejam criativos.
Assim, uma foto ‘meia boca’ exclusiva mas com tratamento adequado pode ser muito mais impactante do que aquela imagem que já saiu em trocentas peças por aí.

Trabalhar com a tipografia, numa bela solução ‘all type’ pode ser muito mais honesto do que garfar aquela imagem que está na internet.

Fazer uma colagem digital pode render uma resposta muito mais dinâmica do que a solução mais imediata e cômoda.

Buscar uma solução criativa e autêntica nos levará a outro patamar. O patamar das imagens inéditas e originais que transmitirão as mensagens num nível igualmente inédito e original. O patamar de onde deveríamos nos recusar a descer.

E a melhor maneira de pensar com imagens é essa mesmo: pensar!

Artigo escrito pelo designer Morandini.

Comentários
INÍCIO