CRIAÇÃO

5 passos para criar um projeto de sucesso

acertar-o-alvo

Uma das coisas que diferenciam os “sobrinhos” dos “profissionais” no mundo do design é a qualidade dos projetos que cada um desenvolve. Independente de qual software seja utilizado, desenvolver um projeto de sucesso é muito mais que criar um layout bonitinho ou com uma estética atraente. Um projeto de sucesso precisa realmente SERVIR, ou seja, alcançar o objetivo para o qual ele foi criado. Existem vários caminhos para se atingir esse nível de criação, e agora vamos ver 5 passos que podem te levar a um outro nível de design!

(Foto: Reprodução)

1- DEFINA UM PRAZO QUE POSSA CUMPRIR

Além de ganhar a confiança do cliente (o que abordaremos em outro artigo), esta é uma regra de ouro para um projeto de sucesso. Quando se trata de organização, o tempo é um fator que não pode ser deixado de lado. Imagine que você tenha 5 projetos para entregar da segunda-feira até a sexta-feira da mesma semana. Fazendo um cálculo simples, você terá que entregar 1 projeto por dia. E SE o segundo projeto atrasar? O que você dirá ao cliente? E como ficarão os outros projetos? E pior: E SE OUTRO PROJETO ATRASAR MAIS AINDA?

Quando oferecemos qualquer serviço aos nossos clientes, temos que tem noção, pelo menos, de quanto tempo levaremos para fazer, INCLUINDO OS ATRASOS. Isso ajuda bastante a organizar sua agenda e evitar imprevistos desagradáveis.

(Foto: Reprodução)

2 – TENHA UM BRIEFING EM MÃOS

Todo projeto tem uma razão de existir. Pode ser para aumentar as vendas ou para homenagear determinado público, ou ainda, para comemorar alguma data específica. Para criar um projeto de sucesso, você precisa ENTENDER o que está criando. Quem projeta um carro, por exemplo, sabe que no final o carro precisa andar. Por mais belo que seja, se o carro não andar, de nada adiantou, não é mesmo? Assim também são os projetos de design. E para que o projeto “funcione” no final, você precisa saber como seu cliente quer que ele funcione desde o início. E é ai que o briefing entra.

(Foto: Reprodução)

3 – MANTENHA O CLIENTE POR PERTO

Parece estranho, não é? Mas é isso mesmo. Tem coisas que o cliente não vai colocar no briefing, e nós – ou pelo menos eu – não temos bola de cristal. Se você mantiver o cliente informado sobre as etapas do projeto, ele poderá opinar, esclarecer dúvidas, ou pelo menos sentir a segurança de que você realmente está trabalhando. Lógico que não precisamos informar cada vez que alterarmos a espessura de uma linha, mas as etapas principais são de grande interesse do cliente, e você é o responsável por mantê-lo dentro do projeto.

Se com esse motivos você ainda não se convenceu, experimente isso: muitas vezes ficamos apreensivos para saber o que o cliente vai dizer sobre o produto final. Se ele estiver envolvido com o projeto, haverá um diálogo bacana entre vocês, e você já começará a colher um feedback em relação a projeto (ou até mesmo sobre seu trabalho). Desse modo, fica bem mais fácil de atender às expectativas do seu cliente.

(Foto: Reprodução)

4 – FAÇA TESTES, TESTES E MAIS TESTES

Vamos considerar que você já tenha feito a primeira versão do projeto. Então, chegou a hora de testar. Se for um logotipo, por exemplo, você pode testar na vertical, horizontal, aplicações em camisa, boné, crachá, papel timbrado, cartões de visita, fachadas, banners, versões monocromáticas, comandas, tamanhos pequenos, grandes… A lista é enorme! Se ao fim você perceber que em todos os testes o logotipo se saiu bem, ótimo! Se não, é sinal que algo precisa ser modificado.

Outra dica super válida é mostrar o projeto a alguém que esteja TOTALMENTE de fora do projeto. Pergunte: “o que lhe vem à mente quando vê isso?”. Se a resposta coincidir com o briefing, é um bom sinal! Se não, hora de reanalisar o projeto.

(Foto: Reprodução)

5 – CAPRICHE NA APRESENTAÇÃO

Chegou a hora! Projeto pronto, testado e comprovado, aguardando apenas a aprovação do cliente. Deixe todas as informações bem claras, elabore uma apresentação bem bonita, utilize mockups, de preferência em formatos que seu cliente possa abrir. Dica: faça diferente! Em vez de mandar apenas o projeto, mande também o que se espera que aconteça a partir da utilização do projeto. Assim, seu cliente verá que você se preocupa com o sucesso DELE. É uma ótima chance de fechar novos negócios. Se o cliente não aprovar, NÃO DESANIME! Ouça atentamente o que ele tem a dizer, e faça as alterações que forem necessárias. Tenho certeza que irá achar uma solução bem eficaz!

Espero que essas dicas ajudem a melhorar a qualidade dos seus projetos! Não se esqueça de comentar sua opinião, ou se já praticava algumas dessas dicas.

Abraço!

Mais lidas

INÍCIO