facebook
Design

O logotipo responsivo

Grandes marcas já aderem à técnica (Foto: Reprodução).

Com a evolução e o aumento do acesso da tecnologia, áreas como o jornalismo, publicidade e, inclusive, o design e a programação tiveram que evoluir e elaborar produtos que vão além do computador. Nesta transição às multi-telas está o logotipo responsivo, título que passou a ser utilizado por profissionais da área em outros países.

Essa técnica nada mais é do que a exclusão ou incrementação de elementos gráficos a uma marca dependendo da plataforma e a resolução que o usuário utiliza para consumo do produto, mas que sempre mantém a essência original no logo.

Em artigo publicado no portal Graffica, a publicação destaca a importância deste novo desafio aos designers. “Isto abre a porta de que agora não basta desenhar uma marca bonita e comprovar que ela funciona bem em diferentes ambientes, mas também é necessário considerar no desenvolvimento do logotipo e composição variantes responsivas da marca.”, escreveu.

responsive_logos_6-1-2

Projeto de designer explica como funciona o processo (Foto: Divulgação).

Para você conferir como isto acontece na prática, o designer e programador Joe Harrison elaborou um site com marcas como Coca-Cola, Chanel, Nike, entre outros, e que apresenta um logotipo conforme a tela que você utiliza.

Nome novo, técnica antiga

A utilização do termo “Logotipo Responsivo” como algo excepcionalmente novo e que apenas passou a ser usado com a ascensão das multiplataformas divide a opinião dos profissionais da área. Isso porque, a adaptação nada mais é do que a readaptação do que era feito sem o uso das novas tecnologias.

“UX design, UI design, mockup, wireframe… Tudo isso são novos nomes em inglês para coisas que sempre existiram em um bom projeto de design. O próprio webdesign é nada mais do que uma subárea do design gráfico”, escreveu o designer Tiago Cambará, após a publicação da matéria.

 

INÍCIO